Brasileiros entre a arma e o livro!

No ano de 2017 registramos a enchente de Varzea do una, distrito de São José da Coroa Grande-PE, quem aqui lembra da foto registrada por Valter Rodrigues(Juba)? na foto aparece uma garota em cima de uma jangada, ela estava espantada e com os olhos fechados, segurava e abraçava a sua mochila escolar.

Curiosamente ao ver aquela foto, eu Tenório Cavalcanti fui a procura da menina da jangada, uma menina até então desconhecida, até que encontramos a menina da jangada e chegamos em sua residencia onde morava com seus avós em uma casa alugada. 

A menina se chamava Rivânia e fiz naquela ocasião, três perguntas a ela:

O que você sentiu naquele momento?

Rivânia: Senti muito medo, fechei os olhos e rezei para Deus me ajudar.

O que havia naquela mochila?

Rivânia: meus livros, guardei meus livros na bolsa.

Poque você guardou seus livros na bolsa?

Rivânia: Porque minha professora me ensinou a cuidar dos meus livros, é que nele está meu futuro! 

A matéria repercutiu não apenas no Brasil como em diversos países, a RECORD TV através do programa  “A Hora do Faro” deu a menina uma casa toda mobiliada e Rivânia mora atualmente com seus avós na casa, a escola municipal onde ela estudava, ganhou diversos instrumentos musicais e uma biblioteca.

Até o governador do Estado, “Paulo Câmara” veio ao distrito de Várzea e trouxe vários livros para a escola Municipal, pessoas de outros estados e de diversas cidades mandaram bastantes livros.

ASSISTA O VÍDEO:

Pergunto aos caros leitores, quem não se emocionou com a história da menina que preferiu salvar os livros?

Rivânia fez o mundo se sensibilizar com sua escolha, ela em meio a uma tragédia da natureza preferiu os livros e com essa atitude  atraiu donativos para a comunidade, doados de diversas partes do mundo. 

Em campanha eleitoral o capitão Bolsonaro se exibe, ensinando uma a criança a fazer o gesto de uma arma. Apoiadores de Bolsonaro defendem armamentos para a população, evangélicos defendem e fazem gestos de armas, nos ano 90 vi pastores disciplinar  membros de sua igreja, porque estavam com espingarda de caça, hoje até alguns lideres apoiam e fazem gestos de armamentos.

Brasileiros entre a arma e o livro!

Temos hoje no País duas propostas distintas: um candidato professor oferecendo livros e um militar, oferecendo armas. O que você, evangélico, negro, nordestino escolherá para nossos filhos?

Escrito por Tenório Cavalcanti

Compartilhar:

Post Author: Tenório

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *