Dia da Consciência Negra “preconceitos raciais tem os elementos religiosos”

A Escola Estadual São Francisco e Assis localizada no Bairro Lívio Tenório na manhã desta segunda-feira realizou a palestra com alunos da rede Estadual sobre o Dia da Consciência Negra, com apoio da Secretaria de Educação municipal e Prefeitura de São José da Coroa Grande, com eficiência e de forma clara e objetiva foi abordado sobre este dia.

Dia da Consciência Negra é comemorado em todo território nacional. Esta data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro “Zumbi”, que lutou contra a escravidão no Brasil.

A celebração relembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na sociedade. Afinal, as gerações que sucederam a época de escravidão sofreram diversos níveis de preconceito.

História do Dia da Consciência Negra

As diversas nações africanas não se reconheciam como negros, e sim como Bantos, Haúças, Niams, Fulas, Kanembus, etc. Os primeiros africanos trazidos para o Brasil como escravos chegaram aqui em 1532. A abolição do tráfico negreiro deu-se em 1850, pela Lei Eusébio de Queiroz. Após a abolição formal da escravidão no dia 13 de maio de 1888, a busca da “liberdade” e da igualdade por direitos dos negros jamais cessou.

O sentimento de discriminação sentido por todos os lados tornou o negro excluído da sociedade, da educação e assim, marginalizado no mercado de trabalho.

Essa exclusão foi aos poucos se diluindo. O negro encontrava lugar nos esportes e artes, mas não tinha acesso à universidade, por exemplo. Deste modo, a população negra optou por uma celebração simbólica dessa luta constante para sua libertação.

A palestra foi bastante produtiva, podemos aprender dos professores que a libertação dos escravos foi a libertação externas das senzalas e dos cadeados, mas as prisões psicológicas, sociais e preconceituosas perdurou por muito tempo, como viverá um passarinho depois de anos presos e depois é solto?

Um dos palestrante também foi o professor de História Bruno Oliveira, ele enfatizou que os preconceitos raciais tem os elementos religiosos e começa com a religião, deixou alguns pontos de interrogação ao publico, como é o Jesus das religiões? é o Jesus galego dos olhos azuis!. Os anjos são todos brancos, se aparecer um anjo negro o que automaticamente todos dirão? É um demônio!. O bem é representando pela cor branca e clara e o mal qual a cor que representa?

Confira um trecho em vídeo da palestra de Bruno Oliveira

 

Escrito por Tenório Cavalcanti

Compartilhar:

Post Author: Tenório


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *