MULHERES EM AÇÃO / A DOÇURA COROENSE PARA O MUNDO COM ROSÂNGELA DE FÁTIMA VASCONCELOS(ZANZA)

Em resumo, a matéria de hoje vai para mais uma guerreira contando uma historia de superação.

“Comece aonde você está.
Use o que vc tem.
Faça o que você pode”.
Arthur Robert Asher Jr.

Quem ouve falar no sucesso do “Bolo de Rolo Leão do Norte”, que já chegou em 6 países e diversos estados do Brasil, não tem idéia da história de superação que sua Fundadora, Rosângela de Fátima Vasconcelos, tem para contar para o povo de São José da Coroa Grande e o mundo (…).

O ” grande “, transmitindo uma mensagem de que: não importa o lugar que você esteja, as ferramentas que você tenha, se você fizer com amor e fé, o seu seu sonho será realizado.

Filha de Sr. Manoel Bernardo da Silva e Elvira Cavalcanti Vasconcelos Silva, natural de Santo André, passou a adolescência em Palmares; residiu em Barreiros após o seu casamento foi morar em Maceió.

Fruto desse casamento, nasceram seus maiores motivos de orgulho, seus filhos: Naylla e Bernardo.

Após o fim do seu casamento, procurando um novo rumo na vida, Rosangela, também conhecida como Zanza, resolveu mudar para o interior de São José da Coroa Grande onde sua mãe era proprietária de uma casa.

Zanza ficou muito tempo sem ter nem onde residir, seus filhos ficaram na casa de seus familiares, a Naylla com os tios e padrinhos Rose Morais e Antônio Morais e o Bernardo com a avó.

Zanza então decidiu retornar as origens e deu início a uma das mais belas histórias de superação de nossa cidade.

Embora sempre abençoada por sua família de seus 5 irmãos, ela nunca se acomodou e jamais deixou de sonhar e lutar para dar para si e aos seus filhos uma vida melhor.

Infelizmente, embora esse quadro esteja começando a mudar com novo gestor municipal o Sr. PEL que vem desenvolvendo a cada dia mais a cidade, SJCG, era uma Cidade que não possuia estrutura para o povo crescer e prosperar.

Hoje a cidade está crescendo, se desenvolvendo (…) antes, quase que exclusivamente, funcionava tão somente do turismo no verão, mas no restante do ano, o povo se sentia abandonado e muitas vezes eram obrigadas a sair para terem uma vida melhor financeiramente.

Mas, Zanza fez o caminho inverso e na adversidade criou forças e motivação para vencer ainda mais.

Sem ter uma porta sequer de emprego, começou a juntar garrafas pet para vender em Barreiros da qual conseguiu formar a filha.

Todos os dias caminhava à beira mar juntando as latas jogadas nas areias e nas ruas da cidade para vender.

Um ano depois, alguns amigos de Roraima vieram morar na região e Zanza teve a ideia de oferecer marmitas para o grupo.

Durante a cheia de 2010 um comandante da aeronaútica a procurou por indicação de uma amiga, Adriana, da Pousada Atlântico (no mesmo municipio) que havia comentado sobre suas marmitas.

Então .. a mesma fora indagada pelo Comandante e um Major da Aeronaútica com a seguinte pergunta: “Você tem condições de fazer 52 marmitas diárias por 3 meses, para nosso grupo?

Com um fogão de 6 bocas, 4 panelas grandes, R$ 50,00 doados por uma tia e o estoque da dispensa de sua mãe, em menos de 24hs começou essa nova fase em sua vida.

Foram 3 meses de sucesso, porém, ela sabia que isso não duraria para sempre, por isso, a cada dia, pedia a Deus, sabedoria para definir qual seria o próximo passo a seguir…

Tudo que Zanza se propunha a fazer, fazia bem feito e um dia resolveu servir um bolo para aquela equipe de amigos que tinham vindo de Roraima e todos adoraram.

Mais durante a madrugada tive uma intuição que parecia uma voz que dizia: “faça bolo de rolo”!

Mesmo sem nunca ter feito, confiando em sua intuição e com a certeza que Deus estava cuidando da sua vida, ela colocou a mão na massa e depois de errar algumas vezes, enfim, saiu o tão esperado bolo de rolo.

Sem exitar já ofereceu para o pessoal da Aeronáutica, para o pessoal de Roraima, familiares (…) e depois, sabendo do sucesso que fazia, sua cunhada comprou 5 unidades, uns dias depois 10 e foi crescendo e crescendo.

A irmã Rose sempre deu todo o apoio e oferecia/fazia propaganda onde ia… até os dias atuais.

Crendo que estava no caminho certo, Zanza procurou especialização no Sebrae e como Deus sempre trabalha a favor daqueles que creem e que trabalham, colocou em sua vida um homem que nunca havia visto na vida, de país diversos e que acreditou nesse sonho e doou (por conta propria) os maquinários necessários para começar sua fábrica de bolo de rolo.

Importante ressaltar que mesmo sem empresa própria , seu cunhado Antônio Morais e sua irmã Rose Morais ajudava sempre que podia e foi quem primeiro deu o fogão industrial para a sua fábrica.

Seu outro irmão Robson também a ajudou.

Embora acredite na força da fé e do trabalho, ela espera que um dia que sua fábrica seja reconhecida pelos moradores da Cidade de SJCG e através de incentivos públicos ou privados possa ter mais condições de crescer gerando empregos e melhores condições de vida para os moradores de SJCG e assim, possibilitar que menos pessoas, principalmente jovens, possam crescer sem precisar sair para outras Cidades com melhores condições de vida.

A equipe da coluna Mulheres em Ação tem o orgulho de homenagear essa mulher que vem construindo em São José da Coroa Grande uma linda história de superação e sucesso e espera que, muitas mulheres e até mesmo homens de nossa Cidade , que estão passando por momentos de muita luta e dificuldade, sejam despertados para buscarem em Deus e em si mesmo o caminho para um novo tempo de vitória.

Surge em São José da Coroa Grande PE na terra das piscinas naturais uma mais nova empreendedora.

Sucesso Rosângela, o céu é o limite.

FOTOS

CONTATO “OI” (081) 98600-0339

TEXTO REGIS SANDRAC E ÍSIS MORAIS

DIREÇÃO TENÓRIO CAVALCANTI

 

 

Compartilhar:

Post Author: Tenório


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *