QUAL É O PREÇO PARA SER O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DA COROA GRANDE?

Informo  aos leitores e seguidores do blog que o nosso posicionamento é informar,não apoio chapa 1 nem chapa 2, dar opinião nessa situação vergonhosa e desagradável é o meu dever, não deixarei de argumentar, alguns já confundem amizade, com a liberdade de imprensa do blog. É inenarrável o que vem acontecendo na câmara municipal em São José da Coroa Grande.

Na última sexta-feira (23) houve sessão na casa Amaro Marcelo de Melo, mais uma vez uma briga interminável de 11 vereadores, essa briga parece que vai render vários capítulos, é inadmissível que isto aconteça entre os legisladores, nunca na história Coroense houve uma eleição para presidir a casa tão polêmica.

Na sessão do dia 23, vereador Mauro presidente atual da Câmara não permitiu que a ata do dia 16 de Junho fosse lida, se a tal ata fosse lida os 6 vereadores estavam prontos para aprovarem, por sua vez  presidente não permitiu, prevendo a confusão até o Gati estava presente.

Aproveitando o  áudio do vereador Beto, fico com a primeira parte do áudio, “todo homem tem seu preço” uns menos outros mais. Falo que tem preço principalmente quando entra na política, a pergunta é clara e é objetiva para os 11 vereadores e principalmente os querem “ser” e outros se manter presidente da casa Amaro Marcelo de Melo.

QUAL É O PREÇO PARA SER O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DA COROA GRANDE?

“Se não tivesse preço, ninguém lutava pela presidência da casa”.

O presidente Mauro baseado no Regimento Interno da Câmara dos Vereadores nos artigos: 17, inciso XI: “compete privativamente ao Presidente convocar, abrir, encerrar, suspender e prorrogar a sessões” 80, inciso I: “prever que em caso de tumulto será encerrada a reunião Discricionariamente pelo Presidente”  e 23, I “Não compete ao vice-presidente abrir a sessão anteriormente encerrada pelo presidente legal em exercício”, publicou a PORTARIA de n. 046/2017, anulando o ato realizado no dia 16/06/2017, tendo em vista que havia sido a sessão encerrada pelo grande tumulto ocorrido na Câmara e neste ato suspende a nova eleição para presidente.

Segundo o Art. 2 da Portaria-046/2019, “o processo da Eleição será realizado quando houver clima adequado para o ato”. Porém no dia 16/06/2017 o Vice-Presidente Júlio Veras estava bem assessorado pelos advogados que baseados no Regimento Interno deu continuidade a secessão.

 

Confira abaixo a referida Portaria, por isso não foi permitida ser lida a ata:

A pergunta é Mauro vai conseguir desmanchar o grupo de Beto e se reeleger, caso a eleição seja anulada?

Enquanto os legisladores estão em conflitos, a população vem sofrendo, um povo que sofreu recentemente uma catástrofe da natureza,pessoas que perderam suas casas, algum projeto para essas pessoas?. Sinceramente não me enche de orgulho essas sessões, isso não é democracia e sim bagunça, nenhum dos 11 não terá os aplausos do povo Coroense e muito menos de nosso blog.

Blog Tenório Cavalcanti

FOTOS PARA REFLEXÃO

 

Post Author: Tenório


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *